quinta-feira, 30 de junho de 2016

Toradora - introdução


Sinopse:
Existe um tigre, e um dragão, o tigre é baixinho e briguento, o dragão, pobre coitado, é apenas um ser bondoso de aparência assustadora, e estes são os dois polos fortes da escola... Taiga, o tigre, acaba por se tornar amiga de Ryuuji, o dragão, e ambos gostam de pessoas diferentes, Ryu gosta de Minori, enquanto Taiga gosta de Kitamura, um nerd um tanto excêntrico... Bom, juntos, eles se ajudam para tentar conquistar seus amores, e enquanto se ajudam, acabam criando um laço muito forte entre eles, o que é facilitado, já que os dois são vizinhos de janela.

tigre delicadíssimo!
Impressões:

o dragão é a mãe da casa \o/
História: A história é fácil de entender, mas ainda sim complexa, como todo shoujo, foco em drama, mas aqui, esse drama demora um bom tanto para aparecer, além do drama, não focar só no romance, mas também para problemas familiares dos personagens, e, da amizade que há entre eles. Os personagens são, bem simpáticos, e mesmo os que não são, tem carisma, o que faz com que a gente nos sinta em casa, como se fizessemos parte da história, e essa sensação é bem legal.

Conclusão: É um excelente shoujo, comédia, divertido e sem aqueles clichês chatos de shoujo, tem muitos momentos bonitinhos, e muitos tristes, e outros, que tentam passar a realidade da vida. Super recomendado pra vocês minna :B

sábado, 25 de junho de 2016

Bakemonogatari - introdução

:) não.
harém...

Sinopse:
Araragi, um humano, que se tornou vampiro e quer voltar a ser humano(?!), um dia, por acaso, vê uma menina caindo de uma escada, muito alta, ele então, estende seus braços para pega-la, e, ela cai, como uma pluma, sem peso algum, e desde então esta garota passa a ameaça-lo e também grampear (?!) suas bochechas, para que ele não conte para ninguém sobre ela não ter peso. Araragi então diz que vai ajuda-la, e a apresenta para seu amigo Oshino, um velho que sabe das coisas.


Impressões:

História: ...Ela é contada de uma maneira diferente, e original, sem dúvidas, tem uma narrativa estranha, onde placas coloridas vão passar com frases rápidas sobre o que está acontecendo, o anime é muito claro, e cheio de cores vibrantes ao mesmo tempo.

Conclusão: Esse anime ou você vai amar ou odiar, não há meio termo, eu sou do time que odeia, sorry, mas esse anime tem um enredo tão lento, tão lento, que eu via de bom humor e terminava sem humor, de tão argh que eu achava... então, se você se interessou pelo anime pela sinopse, saiba que este é o começo do anime, os primeiros segundos, e dai em diante, até mais ou menos 6 episódios que eu aguentei ver, nada de muito relevante aconteceu, a não ser a conclusão do que acontece com a menina sem peso. Então eu não recomendo, EU, mas quem sabe, você não gosta? Existe gosto para tudo.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Blood lad - introdução


Sinopse: 
Existem basicamente dois mundos aqui, o mundo humano, e o mundo dos demônios, este segundo é o lar de Staz, protagonista da nossa história... Staz é um vampiro de sangue nobre, ou seja, ele é muito forte, e em seu mundo, as áreas são dividas em chefes, onde ele, é um chefe de sua respectiva área, Staz é um otaku, super otaku, adora esse lado dos humanos, e sua vida pacata (pra não dizer entediante) muda, quando uma humana chega em seu mundo por acidente, ele então, sente um "amor" incondicional por ela, mas após um... probleminha, ela acaba morrendo, e ele deixa de sentir seja lá o que for, agora, Staz está determinado em traze-la de volta a vida, para que ele entenda mais daquele sentimento que sentiu.

querida, eu sou imortal u-u
Impressões:

História: Ela é maluquinha, mas muito bem construida, e divertida, sem dúvida uma bela comédia :B Também existem easter eggs, como um  "kamehameha", quase feita por Staz em uma de suas lutas, sim, há lutas, e elas são além de muito legais, engraçadas... o enredo é bem non sense, e por isso é tudo bem dinâmico e animado.
Conclusão: Bom para dar umas boas risadas, ou até te deixar confuso (?), o anime parece ser meio superficial, mas não é, e acho ate que valia uma segunda temporada... ah, o maior barato do anime é, sério, a personalidade do Staz...

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Aline-chan em fatos – Eu desenho faz muito tempo

2013, anatomia morreu neh,
tem filtro de mais ;;
Acho que pra quem acompanha o blog faz muito tempo, isso não é nenhuma novidade, mas, eu considero um fato importante a se comentar, já que, faz muito tempo mesmo...
Eu sempre adorei criar histórias, não escrevendo, na cabeça mesmo, isso de escreve-las veio pouco depois de eu começar a me aventurar no mundo do desenho em estilo mangá...
Bem, eu sempre desenhei, naquele estilo de criança mesmo, eu pedia de natal lápis de cor e caderno de desenho, quase toda vez. Eu nunca fui de desenhar palito, eu achava isso irreal de mais... (criança CHATA e-e)
O primeiro anime que vi foi na tv, Inu yasha, sim, novinhos, Inu passava na tv, no SBT (obrigada Silviooo), e eu amei de mais, bom, eu era muito pequena, tinha uns 6 anos, então não via muita diferença de Inu yasha pra outros desenhos que passavam na época, foi só mais tarde, quando começou a passar Naruto que eu realmente me interessei, eu adorava a personagem Sakura, sim, essa que a maioria chama de inútil(mimimi pq o naruts gostava dela e ñ da Hinata mimimi, enfim), eu comecei a desenhar em mangá por causa da Sakura, então imaginem o carinho que não tenho pela personagem, neh? É MUTCHO grande, na época meus amiguinhos achavam que eu desenhava super bem, e tals, e eu fiquei "nossa, não é que eu desenho pakas mesmo?!", que nada, que desenhos horrorosos! Mas foi o apoio deles que me motivou a continuar... vlw povim!
2016, esboço de uns 5 minutinhos
Eu não tenho o famoso "talento", e também nunca pesquisei pra aprender técnicas ou coisas assim, então o meu aprendizado foi muito, muito, MUITO lento, e é ate hoje, eu não estou nem perto do nível que era pra estar!
Um dia chego lá, ou do lado de lá, hum...
Eu não gosto de postar meus desenhos por vários motivos, mas vou abrir uma exceção neste post ^^

terça-feira, 21 de junho de 2016

Kuroneko gokukoku no brynhildr - introdução


Sinopse:
Quando criança Ryota tinha uma amiga, que ele chamava de Kuroneko, juntos os dois passavam o tempo brincando, e olhando as estrelas, até que um dia, Kuroneko disse que havia visto alienígenas, e convenceu Ryota a ir vê-los junto com ela. Porém, para chegarem até lá, precisavam passar por uma parede de uma represa, e num deslize, Ryota se desequilibrou, Kuroneko foi ajuda-lo e acabou caindo e morrendo. Anos se passaram desde então, e o menino teve uma vida normal, até que um dia, chegou uma nova aluna em sua classe, muito semelhante a sua amiga que havia morrido, a menina porém disse que nunca o tinha visto, mas desde então coisas estranhas começam a acontecer.
Incluindo os estranhos sangramentos por todo o corpo de Kuro, e também de sua super-força.


Impressões:

História: A história é boa, original até eu diria, é um bom drama, com boas cenas de ação e um suspense constante, com algumas reviravoltas interessantes. Atenção para o excesso de ecchi, desnecessário, mas ignorável. Tem uma tensão pesada, uma vez que os personagens correm risco de vida de verdade, alguns podem sim morrer e não voltarem mais, e isso é realmente horrível, já que o objetivo da trama, é que as garotas "bruxas" consigam viver em paz.

Conclusão: É um anime bom, com uma boa trama, envolvente, e triste, com traços de comédia sim, não julgue pela abertura, porque ela é horrível, mas o contexto da narrativa é muito boa, e traz uma proposta diferente, que é legal.
Apesar dos pesares, vale a pena assistir sim.


sábado, 18 de junho de 2016

Undertale - jogo 2d

Acho que poucas pessoas não ouviram falar de Undertale a essa altura, não é?
Pra que falar então?
Porque eu gosto muito! E este é o meu blog ueh u-u


Um humano (sem gênero definido), cai em um mundo subterrâneo, e lá, ele se depara com monstros, inteligentes, e que interagem com você, seu objetivo é voltar para a humanidade, e para isso, precisará chegar até o rei, e vence-lo para poder passar...

Undertale tem o gráfico casual de um jogo em plataforma 2d, possui alguns cenários mais bonitos e incrementados, sim, até por ser um jogo pago, mas fora isso, também possui uma mecânica diferente, e puzzles que não são habituais, e eu posso dizer isso de boca cheia, pois já joguei mais de 60 jogos 2d.
Gráfico bonito, mecânicas e puzzles diferentes...o que mais traz Undertale?
Seus personagens carismáticos, e a maneira como eles interagem com você, os diálogos, e os laços que se formam durante o jogo são muito importantes, a história também é bonita, e muito triste, se vocês realmente se aprofundarem enquanto jogam, será como ler um bom livro de suspense, ou aventura.
Neste jogo, sua humanidade também será testada, e suas ações punidas, o jogo vai te dar a opção de matar, e não matar, matar é o caminho fácil, vai te dar muito dinheiro, e experiência, mas as lutas serão chatas, e sempre iguais, não haverão reais desafios, e no final, você terá que pagar pelo que fez, que além de umas coisas e outras, seu jogo nunca mais poderá ser o mesmo(a não ser que você baixe de novo ou mexa nos códigos). O lado da piedade, te dará lutas muito mais difíceis, mas também te dará muitos amigos, mais diálogos, e história.

Bem parecido com a vida real não? Entre ser uma boa ou má pessoa.

Como eu disse, a história de Undertale é complexa, e é preciso analisar os pequenos, micro acontecimentos que lhe são contados e mostrado, para entender tudo que realmente acontece, e se você prestar bem a atenção, vai notar o quanto de coisa está ali, mas não te é contado de maneira direta, e é por isso que o fã clube de Undertale é tão grande.
Depois de jogar, te aconselho a procurar videos explicativos da história, e também ler/ouvir algumas teorias.

"meu irmão é realmente legal ^^ "

O jogo possui muitos finais, mas 3 deles são os mais importantes, o NEUTRO, o PACIFISTA(verdadeiro) e o GENOCIDA.
Eu joguei e não fiz, nem farei o genocida, cabe a você fazer ou não, eu quis preservar meu jogo, e até joguei uma segunda vez, e fica a dica, é legal, pois eles se lembram de você, e é bem gratificante ^ w ^

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Kyoukai no kanata - introdução


Sinopse: 
Tudo começa... num dia de escola, quando um aluno chamado Akihito, se depara com uma linda garota de óculos, e para ele, um tarado por garotas de óculos, era perfeito... se ela não o esfaqueasse logo em seguida. Bom, parece confuso, mas é assim que começa.
Mirai é dotada de grandes poderes, e é a unica de seu clã ainda viva, ela consegue controlar seu sangue e molda-lo em uma espada, ela é odiada por todos por ter esse dom, e por isso sempre, sempre esteve sozinha, até o dia em que cruzou com Akihito, um garoto alegre, otimista e ... imortal por acidente.
Neste mundo de Youmu (que seriam "demônios") e "humanos" com poderes, justamente para deter esses youmus, bem, Mirai tem uma missão, e precisa cumpri-la.


Impressões:

História: A história de Kyoukai, não é só bem feita, não é só bem desenvolvida, ela é bonita, é quase uma obra de arte (ao meu ver), os personagens principais são bem aprofundados, até de mais eu acho, pois eu me apeguei a eles de uma maneira, no início tudo parecerá muito simples, e até estranho, mas acreditem, conforme os episódios passarem, tudo que vocês terão são surpresas, impactantes, dolorosas e chocantes.
O final do anime não deixa nem um pouco a desejar, e é muito imersivo, emocionante.

Trilha sonora: Fantástica, toma aqui seu 1000 de 10.

Conclusão: Possui um drama pesado, significa que ele é bem construído, e não é nem um pouco agradável de ver, incomoda de tão tenso, os alívios cômicos são ótimos, e personalidade dos personagens também são marcantes. A trama também toma caminhos que ninguém espera, o que torna o anime bem dinâmico.
Como conclusão eu tenho, um anime que eu ignorava por ser modinha, que vi bem depois, e agora faz parte dos meus favoritos, eu acho esse anime simplesmente lindo, em todos os aspectos (roteiro, traço, animação, trilha sonora, etc).

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Toradora - Cosplay

NOOOOOOOOOOOSSAAAAA, a quanto tempo não faço um post de cosplay!
Toradora ainda não tem, mas logo terá introdução aqui u-u pois sim, eu já vi ♥
São 17 imagens, todas pegas no pinterest :B 
Selecionei com carinho, as que mais gostei, lembre-se de respeitarem o trabalho dos cosplayers u-u
Boa galeria pra vocês!

Foi a que mais gostei ♥




domingo, 12 de junho de 2016

sakurasou no pet no kanojo - Introdução


Sinopse:
Imagine que você é, uma pessoa normal, sem talento especial pra nada, que você tem uma paixão por gatos, e é um tanto azarado... e que, por ter gatos, não pode ficar junto com as pessoas normais, pois não se aceita animais de estimação, sendo assim, o único lugar para ti, é um alojamento para alunos super problemáticos, gente doida, sem noção, uhu!
É exatamente a vida deste menino, Sorata.
Sorata é o carinha normal que mora lá, junto com um garanhão, uma desenhista doida (sério) e muito talentosa, um hacker ultra (que se comunica só pela internet, mesmo morando lá, e ninguém vê sua cara), e uma professora, que é doidinha também, mais tarde a casa ganha mais duas moradoras, primeiro, uma menina que mal sabe viver, e que Sorata fica encarregado de cuidar, e posteriormente, uma estudante de dublagem, que tem personalidade forte, até de mais.
Como se sentir no meio de tantas pessoas talentosas e loucas?



Impressões:

História: Eu nunca vi nenhum anime com um enredo semelhante, então, eu classifico como bem original, e proposta interessante, atenção a excesso de ecchi, que apesar de eu achar ruim, não achei muito nesse anime, porque o ecchi é contextual, ou seja, tem um motivo para ele ocorrer, sobre a trama, ela é legal, e da vontade de saber como vão evoluir as coisas, e os personagens são bem, diferentes um do outro, o que te buga ou pouco no começo, mas você vê que no fundo, é legal essa relação entre eles exatamente por serem assim.

Conclusão:
Bom anime, diferente, traço bonito, cores bem claras, comédia abordada em momentos que você não espera, o mesmo vale pro drama, nota 10/10 :B e não vale pro final, pois ainda não vi, ok? ~kissus ♥

****
OOOO, eu esqueci de comentar o foco do anime, bem, na sinopse, eu disse que Sorata é um cara normal no meio de um monte de gente super talentosa, e isso muitas vezes é frustrante e cansativo, já que mesmo dando o máximo de si, muitas vezes, ou quase sempre, você não obterá tanto exito como seus amigos que já nasceram com um talento natural. O anime trabalha isso, e da muitas lições interessantes, e de uma maneira sutil como um tapa na cara 'u', agora sim, sinto que consegui passar um pouquinho da essência do anime :B


quinta-feira, 9 de junho de 2016

Jogos para jogar com seus amigos online mesmo que seu pc seja ruim

E com ruim, eu estou utilizando eufemismo (eufemismo é diminuir algo :B).

Bom, meu pc não é ruim, ele é muito bom, afinal não é qualquer pc que tem 11 anos e ainda funciona, certo? Só que, como velho, gente velha, ele tem suas limitações, e infelizmente uma delas é, ele não roda jogo nenhum praticamente, por isso é comum vocês verem posts de jogos 2d... mas jogos 2d não agradam a todos(why??) e nem da pra jogar com seus amigos online.

Vou recomendar então 4 jogos que são online e vocês vão poder jogar com seus amigos, mesmo aquele que tem o pc da positivo, vai conseguir jogar pelo menos um deles! 

Transformice



Eu comecei a jogar mice quando eu ainda era muito novinha, sei lá, eu tinha uns 14 anos, por ai, e era divertido, só que... eu não jogava com meus amigos, primeiro que só tinha um amigo que jogava, e ele era muito ruim, então parou se jogar por ser cabaço mesmo, aaaaaaaaaanos depois, já velha, com 17 anos (q), decidi voltar a jogar, e olha, todo meu povo também, inclusive o cabaço (que ainda joga mal hehe), mice tem uma variedade grande até de modos, e conforme você aumenta seu nível, você adquire habilidades para seu rato, "comassim", bom, uma hora você será a  pessoa com mais pontos da sala, e então, no modo normal, você será o SHAMAN da sala, shaman é o cara de uma tribo indígena, que tem poderes, e é muito sábio e pá, então, é ai que você pode usar suas habilidades, que você escolhe quais serão, é uma árvore de skills, para aqueles que são acostumados a jogar.
Da lista, esse é o jogo menos enjoativo, e o que eu tenho um carinho maior.
* para criar uma sala privada, basta digitar /sala #oitudobem, ou se for algum modo, /sala #racing olatdbem , e pode ser qualquer palavra, ah sim, da pra por senha, após criar a sua sala, digite /pw oi , a senha será a palavra na frente do pw.


segunda-feira, 6 de junho de 2016

Ore monogatari - Introdução




Sinopse: Takeo é um cara grande, muito, muito grande, e seu coração acompanha o tamanho do corpo, por isso, ao ajudar uma garota no trem que estava sendo assediada, ele acredita que ela se apaixonou por seu melhor amigo, Suna, que é muito, bem, requisitado pelas garotas... O anime girará em torno dos laços de amor e amizade que existe e se cria entre eles, com barreiras que serão derrubadas a pontapés e voadoras, sem deixar de ter aquele gostinho de shoujo(dramaaaaa).

Impressões:

*sorry pela sinopse curta, mas eu não quero spoilar nd ;;

O traço é bem bonitinho, e as cores são mais claras que o normal também :D

História: Ah, Ore... aquele anime que você olha e pensa, "meu Deus, mais uma bizarrice japonesa..." e quando você assiste, você confirma isso! hehe, mas não pro lado ruim, muito pelo contrário, a história de Ore monogatari é bem contada, explorando bem os sentimentos de cada personagem, mesmo aqueles que não aparecem muito, ou quase nada, tem profundidade e isso faz com que você se envolva ainda mais com aquilo que está passando. Agora atenção aqui, Ore, além de ser um shoujo, é uma SUPER COMÉDIA, o humor desse anime é muito legal, as formas e reações são ótimas, ai, deixa eu parar.

Trilha sonora: Bem açucarada, e com os efeitos de impacto, é muito boa, e combina em cada momento, não teve nenhuma hora que eu pensei "afe, troca isso", tudo certinho ♥

Conclusão: Em Ore, você vai encontrar, romance, comédia, drama, aventura, ação, e sei lá mais o que hehehe, tem muitos assuntos comuns a todos nós, e pensamentos que qualquer um de nós pode ter também, é um anime mais próximo sabe, como se esse anime fosse nosso amigo, e eu tenho um carinho muito especial por ele, e provavelmente irei revê-lo muitas e muitas vezes.

Obs.: Eu disse que há muita comédia, mas não necessariamente que todos gostem desse tipo de humor, ok? ~

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Owari no Seraph - Introdução

Eu vi esse anime faz algum tempo, tanto que até já saiu a segunda temporada completa... acontece não é não?

Sinopse:
Existem humanos e vampiros neste mundo, e um não se da bem com o outro, óbvio.
Os humanos são muito mais fracos que os vampiros e por isso quando eles surgiram, os humanos foram subjugados e se transformaram em gado... inclusive as crianças, que é de onde vem nosso protagonista Yui, e também Mika, estes dois vieram de origens distintas e também possuem personalidades bem contrastantes, uma vez que Yui era um cara frio, e bem estourado, enquanto Mika era gentil com todos. Bom, com o tempo eles se tornaram grandes amigos, e junto com outras crianças formaram sua própria família ali dentro daquele celeiro gigante de pedra (forma bonita pra não falar um castelo gigante).
Mika bolou um plano para que eles fugissem, só que, deu tudo errado e todos acabaram sendo mortos na frente de Yui, que a pedido de Mika fugiu sozinho...
E é ai que a trama fica preta... já que Yui se juntou a humanos que fazem alianças com armas demônios para combater esses vampiros... e bem, talvez ele tenha que lidar com um vampiro que não seja alguém que ele odeie...
o traço é bonito também ;)

Impressões:

História: Olha, não da pra negar que a ideia de armas gigantes, vampiros e pactos com demônios é meio clichê ta, mas o drama familiar que eles apresentam é bem interessante e eu gosto bastante, só que aquele lance do final do Yui não ser humano 100% ficou muito estranho, desculpe, mas isso não é exatamente um spoiler, já que em momento nenhum isso é explicado na primeira temporada.

Trilha sonora: A abertura é sombria com uma parte de emoção, o que combina com anime, que se trata de dramas e lutas com ação, tudo OK, mas nada que se sobressaia.

Conclusão: É um anime OK, ele é bom em alguns quesitos, alivio cômico interessante, personagens, alguns carismáticos, outros nem tanto, mas não acho que ele esteja na lista dos 3+ da maioria das pessoas não, de qualquer maneira, eu recomendo sim, tendo em vista que animes bons hoje em dia está complicado.